Buscar
  • Matheus Brasilino

Poética: Ambientalismo

Eu sou o ambientalista.

Discretamente aparecendo sobre a vista.

Minha missão é salvar o planeta.

E comover corações com minha lista.


Pode assinar minha petição?

Pode, por uma única vez, mostrar alguma ação?

Quero sua empatia, com meus discursos baratos.

Quero que sinta pena até dos mais insignificantes ratos.


Oh, hey, vejo que está sozinho, sem associação com ninguém.

Gostaria de adotar minha ideologia inofensiva, que nunca vai além?

Em caso de dizer sim, pegue sua erva e seu pet também.

E rejeite sua humanidade sobre sons de confete. Amém!


.... Espera, por que fugir? .... Não disse nada demais.

Estou nas universidades, nas suas igrejas, moldando seus ideais

Sou o artista popular e o político sagaz.

Sou o mercador astuto e o cientista promovido no cartaz.


Você tenta refutar, mas eu derrubo seus agentes.

Não precisa questionar, minha profecia é convincente.

Se você desenvolver, e se sua pátria for para frente.

Eu surto e me oponho, para que volte a ser decadente.


Eu vou te sacrificar, eu vou te sacrificar, eu vou te sacrificar;

Por adoração a minha mãe terra;

Eu vou te sacrificar, eu vou te sacrificar, eu vou te sacrificar.

Pela paz mundial, e pelo fim de toda guerra.


Eu sou o ambientalista.

Educado e pacifista.

Começo a sofrer oposição, revolta da população.

Que honestamente, não me faz sentido.

Sou uma boa pessoa, querendo apenas ser querido.


Tem indústria? Não mais! Estou banindo testes com animais!

E nada de rentabilizar, vai comprar os mais caros materiais!

Além de lançar só produto ruim, qualidade jamais!

Afinal, no fim das contas, ninguém quer que você “polua mais”.


Me meto também na energia, não é uma alegria?

Todos os apagões são minha culpa, porque o “renovável” não sustenta nem a companhia.


Energia eólica, solar, nunca funciona.

Mas já invisto tudo nisso, para tornar tudo uma zona.

E no campo atacamos a carne, tudo será sintético.

Volta aqui! Será drogado até virar um fantoche patético!


Eu vou te sacrificar, eu vou te sacrificar, eu vou te sacrificar;

Por adoração a minha mãe terra;

Eu vou te sacrificar, eu vou te sacrificar, eu vou te sacrificar.

Pela paz mundial, e pelo fim de toda guerra.


E sou o ambientalista.

E quero que você ame meu pet.

Largar a humanidade dá um vazio que compromete.

Então tenho que ter filhos de mentira, para brincar de marionete.


Você não me parece contente.

Perigosamente dissidente.

Quero que seja preso e flagelado.

Até deixar o pensamento corrente.


Verá que ganho força sobre as ruas todos os dias.

Os petshops me sustentam e o judeu me coloca em todas as vias.

Como vai me pegar, se como uma sombra, sou sutil?

Estou na direita, na esquerda e vim de fora do Brasil.


Por favor não resista, tenho uma boa causa em vista.

O mundo vai acabar, se eu não agir com firmeza nesta lista.

Eu sei que você ama sua pátria, mas precisamos destruí-la.

Um pequeno sacrifício utilitário, matando a todos em fila.


Ouça nossa seita.


Nós vamos te sacrificar, nós vamos te sacrificar, nós vamos te sacrificar.

Por adoração a nossa mãe terra.

Nós vamos te sacrificar, nós vamos te sacrificar, nós vamos te sacrificar.

Pela paz mundial, e pelo fim de toda a guerra.


Nós somos uma ameaça global.

Somos os mais fortes progressistas, como nós, não há igual.

Nossa mensagem está em todos os corações, e repetidas com frequência no jornal.

E agora que temos maioria, a Amazônia será nosso alvo ideal.


Nossa mãe terra é uma divindade.

Não há nada de ciência em nós, somos o paganismo em nova idade.

Por isso o judeu nos coordena e nos dá tenacidade.

Para cumprir parte de seus planos, que estão em plena obscuridade.


Nossas tropas, em futuro próximo, em suas selvas adentrarão.

E precisamos reduzir sua população, exterminá-los de antemão.

Colocá-los na extrema pobreza, em nome de reduzir a poluição.

Quando falamos de ser sustentável, não era para sua raça, meu irmão.


Nós vamos te sacrificar, nós vamos te sacrificar, nós vamos te sacrificar.

Por adoração a nossa mãe terra.

Nós vamos te sacrificar, nós vamos te sacrificar, nós vamos te sacrificar.

Pela paz mundial, e pelo fim de toda a guerra.


Mas que pena, que bagunça, por que tanta resistência?

Tudo que deves fazer é se tornar um de nós....um de nós....UM DE NÓS.


Oh...lá vem as câmeras, voltem ao normal.

15 visualizações0 comentário