Buscar
  • Matheus Brasilino

Poética - O Sacramento Matrimonial

Atualizado: 12 de Set de 2020

Estático, imerso sobre o clima profundo da noite.

Contemplamos, o brilho da lua e estrelas.

Meus olhos, emocionados, por finalmente conseguir vê-la.

“Você aceita? ”

Me declarava sem desfeita.

Estará ao meu lado, até o tardio fim?

Terás a coragem de dizer o perpétuo sim?

Para que juntos alicercemos um lar com amor?

Me permita ser o escudo, que lhe protege enfim?

Me acomodará em seus braços, mesmo em cena ruim?

Para que juntos superemos toda a dor?

Na alegria, na tristeza, eu prometo estar sempre ao seu lado.

Na saúde, na doença, eu me entrego ao seu cuidado.

E juntos seguiremos e não haverá quem nos pare.

E juntos, seguiremos, até que a morte nos separe.

A cada passo, vem a sutilmente se aproximar.

Sorrindo, em direção ao altar.

E nossas felizes memórias, vem até mim gradualmente.

“Conseguimos”, é só o que vem de minha mente.

Superamos os conflitos, que tendiam a dispersão.

Superamos a idolatria, que tendia a devoção.

E no lugar sobrou apenas o laço.

Este sentimento que agora não vai morrer.

Esta fraqueza que agora vem para fortalecer.

Tornou-se mais tenaz que o aço.

Na alegria, na tristeza, eu prometo estar sempre ao seu lado.

Na saúde, na doença, eu me entrego ao seu cuidado.

E juntos seguiremos e não haverá quem nos pare.

E juntos, seguiremos, até que a morte nos separe.

E se passarão anos, e se passarão décadas.

E esse sacramento continuará de pé.

Em meio as ruínas da degradação.

Se manterá intacto como um pilar de fé.

E se passarão pessoas, e se passarão plateias.

E ele ainda estará lá, provando o que realmente é.

E esta arvore dará frutos, que serão encaminhados aos mesmos valores.

Multiplicando-se em muitos, que crescerão espalhando as cores.

Na alegria, na tristeza, eu prometo estar sempre ao seu lado.

Na saúde, na doença, eu me entrego ao seu cuidado.

E juntos seguiremos e não haverá quem nos pare.

E juntos, seguiremos, até que a morte nos separe.

28 visualizações0 comentário